Aos 25 anos, Luiz Henrique trocou a carteira assinada por uma oficina de mecânica de motos: sonho que se realiza

Texto: Michele Stella

Um ano e dois meses após abrir as portas da Srad Motos em Louveira, cidade do interior de São Paulo, o jovem Luiz Henrique Cosmi Distéfano ganha mais do que na época em que tinha a carteira assinada. Essa é uma das vantagens de realizar o sonho de ter a própria oficina, já que ele sempre foi apaixonado por motocicletas e, principalmente, por consertá-las. A satisfação pessoal é notória.

Mas uma série de responsabilidades e desafios chegou junto com a empreitada e o jovem garante: “já perdi noites de sono pensando em como seria o dia seguinte, pois tudo depende de mim”. Embora Luiz Henrique tenha dois funcionários, ele ainda coloca a ‘mão na graxa’ e tem outras tarefas: administrativas, de divulgação da oficina, compromisso de encontrar sempre os melhores fornecedores e correr atrás de parcerias, por exemplo.

“Além de tudo isso, vem a responsabilidade de estar sempre aprendendo e acompanhando as novas tecnologias. Isso é fundamental porque o cliente exige esse conhecimento”, pontua Luiz Henrique, contando que quando decidiu mesmo investir na própria oficina, o primeiro passo foi se matricular em um curso de mecânica de motos – ele foi aluno da unidade Jundiaí da rede de escolas Mestre das Motos. “Embora eu já tivesse trabalhado seis anos na área, precisava dessa segurança a mais e do certificado. O curso abriu portas, melhorou a visão do negócio. Não dá para parar de estudar”, completa.

Além do aprendizado, o jovem mecânico e empreendedor comenta outras vantagens de fazer um curso na área: “Conheci bons instrutores, outros profissionais da área e, mesmo depois de ter terminado o curso, sei que tenho o respaldo da equipe da escola caso precise”, diz.

Luiz Henrique usou o dinheiro da rescisão do antigo emprego, em torno de R$ 20 mil, para ter a própria oficina. Ainda não recuperou esse valor, mas sabe que está no caminho certo. “Fazemos manutenção, conserto, preparação de motores e, também, vendemos peças e acessórios de motos. Sempre com muita qualidade e valores acessíveis. Esses são bons diferenciais nos dias de hoje”, afirma. De acordo com o jovem, a Srad Motos já conquistou muitos clientes que fazem a manutenção periódica de suas motos na oficina. “Isso garante o faturamento.”

Para o futuro da Srad, um dos principais objetivos é mudar de endereço em breve: “Queremos estar na avenida principal do Centro de Louveira. Nosso ponto, hoje, já é muito bom. Mas dá para melhorar, com certeza, e estar onde há um movimento maior de pessoas que ainda não conhecem a oficina”, sonha o empreendedor.